5 de jan de 2012

Concurso Público - Magistério - Estado, RS. (Edital, Algumas Bibliografias geral ... )

Concurso Público - Magistério - Estado RS. (Edital...)

>>> Edital e Anexos

>>>Veja Bibliografia Geral 
-FREIRE, PAULO. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa, RJ: Paz e Terra, 2003.

- Lei Federal n.° 9.394, de 20/12/96 - Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

- Lei 10.172, 2001 - Plano Nacional de Educação

- Diretrizes para a Educaçao Básica ( Diretrizes Curriculares Nacionais e Outros...)

- Publicações do MEC e Legislaçao...

- Constituição Brasileira.

-ECA

- CHAUÍ, M.. Convite à filosofia. São Paulo: Ática, 2000.

- FRIGOTTO, Gaudêncio. A polissemia da categoria trabalho e a batalha das idéias nas sociedades de classe.  Revista Brasileira de Educação, v. 14, n. 40, jan/abr. 2009

- KUENZER, Acácia Z. O ensino médio no plano nacional de educação 2011- 2020: superando a década perdida? Educação e Sociedade. Campinas, v.31, n. 112, p.851-873, jul/set 2010.

- RAMOS, Marise. O “ novo” ensino médio à luz de antigos princípios: trabalho, ciência e cultura. Boletim Técnico SENAC, 29(2): 19-27, maio-ago., 2003.

- O curriculo e o Ensino Medio em suas diferentes... - Revista Educação e Sociedad, 2011.


Obs: 
       O período de inscrição para o concurso é de 16 de janeiro a 3 de fevereiro próximo. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela Internet, no Formulário Eletrônico de Inscrição específico, disponível no site da FDRH: www.fdrh.rs.gov.br.

O valor de inscrição é de R$ 121,70 (nível superior) e R$ 53,38 (nível médio) e o pagamento da taxa deverá ser feito, impreterivelmente, até o dia 6 de fevereiro de 2012, por meio de boleto bancário. As provas do certame serão realizadas nos municípios-sede das Coordenadorias Regionais de Educação (CREs), em data a ser informada com antecedência mínima de oito dias, conforme expresso no Edital.

Neste ano as novidades serão a abertura de vagas reservadas para cotistas, conforme Lei Estadual que garante esta reserva. São dez por cento das vagas destinadas a candidatos com deficiência e 18% para negros. Outra novidade em relação às provas é que, neste concurso, elas serão por área de conhecimento e habilitação para os candidatos da Educação Básica e por área de conhecimento e eixo tecnológico para os candidatos da Educação Profissional.

Também diferentemente dos concursos anteriores, os candidatos não se habilitam para uma cidade, e sim para a abrangência da Coordenadoria Regional de Educação (CRE). Ou seja, ao inscrever-se, o candidato a professor da rede estadual escolhe a CRE onde pretende atuar. Os candidatos nomeados poderão ser designados para exercer suas atribuições em qualquer um dos municípios que integram a jurisdição da respectiva CRE onde os candidatos inscreveram-se. Além disso, o concurso prevê a nomeação de professores para educação indígena.
Provas
O Concurso será constituído de duas provas objetivas, de caráter eliminatório, e de prova de títulos, de caráter classificatório. As provas irão variar de acordo com a inscrição do candidato pela Educação Básica ou pela Educação Profissional. A validade é de dois anos, podendo ser prorrogado por outros dois.

As áreas
As vagas previstas estão localizadas nas seguintes áreas: Linguagens e suas Tecnologias; Matemática e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias, Educação Básica: etapas e modalidades; e Educação Profissional e suas Tecnologias.


>>> Bom Estudo.